Fiabilidade continua a preocupar

30 outubro 2021 12:32:20 EET

A Mercedes continua a tentar gerir a fiabilidade dos seus motores, em especial do carro de Lewis Hamilton.

Valtteri Bottas já utilizou seis unidades motrizes esta época, mais três que as permitidas nos regulamentos, o que significou três penalizações para o finlandês.

O próximo evento é o Grande Prémio do México e Bottas tem 5.50 de odds para vencer e Hamilton 2.30.

Os problemas demonstrados pelos motores da equipa alemã colocam questões sobre a sua fiabilidade, Hamilton já usou quatro unidades motrizes, e é isso que os responsáveis da equipa estão a tentar gerir.

A Mercedes quer evitar a tudo o custo uma falha total a meio de uma prova que evitasse o somar de pontos, os Silver Arrows preferem sofrer penalizações mas que permitam somar pontos.

"Não terminar uma corrida, seja por causa do chassis ou de uma falha da unidade motriz, seria catastrófico para o campeonato e, em consequência disso, estamos a tentar evitar isso da melhor forma possível até ao final do ano", disse James Vowles citado no autosport.pt.

"No caso da Valtteri, isso significou ter mais um motor de combustão interna para nos certificarmos de que tínhamos absolutamente o melhor compromisso".

No caso de Bottas, que mudou parte do seu motor e teve que sair do nono lugar da grelha no Grande Prémio dos Estados Unidos, acabou em sexto lugar. A troca não lhe deu necessariamente mais velocidade, mas sim mais equilíbrio.

"Quanto a ter melhorado o desempenho [de Bottas], sim uma pouco, mas trata-se mais do equilíbrio para o resto da temporada".

"Portanto esta mudança, por mais dolorosa que tenha sido durante o Grande Prémio de Austin, irá de facto pagar dividendos ao longo das próximas corridas".

Apostas em Fórmula 1