Barty insatisfeita com qualidade

03 setembro 2021 23:46:52 EET

Ashleigh Barty criticou a qualidade do seu ténis após ter superado Clara Tauson em sets directos no Open dos EUA.

A número um do ranking mundial feminino admitiu que o seu ténis não estava "limpo" e desvalorizou as suas expectativas no torneio depois de avançar para a terceira ronda do último Grand Slam do ano com um triunfo em dois parciais sobre a adolescente dinamarquesa, Clara Tauson.

Barty, que tem 9.00 de odds para reclamar o seu terceiro título de Major e primeiro em Flushing Meadows, venceu por 6-1 e 7-5 para marcar um confronto com a norte-americana Shelby Rogers.

Tal como na sua partida de abertura, uma vitória de 6-1 e 7-6 sobre a veterana russa Vera Zvonareva, Barty dominou cedo, mas debateu-se para selar o triunfo.

A australiana somou 33 winners, mais do dobro do que Tauson, mas converteu apenas cinco de 19 oportunidades de quebra de serviço.

E, apesar de ter vencido cinco títulos esta temporada, incluindo o segundo Grand Slam da sua carreira em Wimbledon, a tenista de 25 anos, que ainda não passou da quarta ronda em seis visitas anteriores a Nova Iorque, fez uma avaliação ponderada das suas expectativas.

"Acho que o meu trabalho nestes dois primeiros encontros foi bom", disse Barty aos jornalistas. "O ténis não tem estado tão limpo como há algumas semanas atrás, mas aceito isso."

"Não entrei neste torneio com qualquer expectativa de me sentir no direito de ir longe no torneio ou ganhar o torneio."

"Só tenho de jogar cada partida como faria em qualquer outro torneio e estar preparado para jogar o meu melhor ténis o melhor que puder nesse dia contra a minha adversária."

Apostas de Ténis