Raducanu ainda a assimilar o triunfo

18 setembro 2021 01:00:17 EET

Já lá vai quase uma semana desde que Emma Raducanu fez história ao vencer o Open dos Estados Unidos.

Com apenas 18 anos de idade, Raducanu chegou a Nova Iorque para a qualificação para o Grand Slam como 150ª do ranking mundial. A mesma confessou que tinha bilhete de avião para regressar a casa após essa mesma fase.

A jovem britânica não só chegou ao sorteio principal como acabou por se tornar na primeira tenista a vencer um Major como 'qualifier', e fê-lo sem perder qualquer set.

Raducanu tem agora 26.00 de odds para vencer o Open da Austrália em Janeiro de 2022.

A jovem adolescente britânica é de momento um fenómeno de popularidade, algo que lhe é ainda muito estranho, tal como o seu triunfo em Flushing Meadows.

"Vou assimilando o que se passou de forma gradual. Há umas noites pus-me a ver de novo e tentei reviver alguns momentos e voltar a pensar como me senti e como estava", disse Raducanu citada pelo bolamarela.pt.

"A verdade é que vejo a final na televisão e nem acredito que sou eu que estou ali a jogar… Sabia perfeitamente o que ia acontecer, mas mesmo assim fiquei muito tensa! Fiquei muito orgulhosa por ver como resolvi os problemas em court".

"A experiência foi um autêntico tornado. Amei cada momento. É algo tão complexo que ainda não compreendo verdadeiramente".

Quanto aos seus sonhos como tenista, a jovem surpreendeu ao afirmar que gostaria apenas de inspirar outros jovens.

"Se não fosse tenista, se fosse médica por exemplo, gostaria unicamente de inspirar as crianças que sonhem alto e a pensarem que tudo pode acontecer. Quero deixar-lhes uma mensagem. Podes ser uma criança normal, que vai à escola, que faz coisas normais, e alcançar resultados enormes no que fizeres. Essa é a minha principal mensagem para os mais novos".

Apostas de Ténis